4 dicas para ser mais criativo

Ser criativo é fazer algo que já conhecemos de formas inusitadas. Devido ao aumento das ondas cerebrais, o ato de combinar ideias que já conhecemos de forma incomum pode gerar os melhores insights em nossas mentes.


Por ser tão importante na vida de, principalmente, quem atua na área da comunicação, criação e Marketing, é necessário pagar por essa fonte inesgotável de criatividade que entregamos todos os dias. Problemas, fadiga, mudanças repentinas e até mesmo falta de motivação enfraquecem nosso potencial criativo. Todo trabalho requer invenção e inovação.


Essa capacidade de usar trilhas diferentes na mesma situação torna você um profissional melhor, entregando produtos melhores e clientes satisfeitos. As atividades diárias podem matar a criatividade. Se alguém pensa que é naturalmente criativo, está enganado.


Com exercícios, nutrição e descanso adequados, você pode obter uma definição desses músculos da criatividade. Cada vez que você criar uma solução diferente para a mesma coisa, você acabará por exercitar e melhorar sua criatividade.


Promover essa "ginástica cerebral" por meio de situações cotidianas realizadas de diferentes formas (como escovar os dentes, mudar de escola) pode melhorar sua capacidade cognitiva, raciocínio lógico, concentração, atenção e estimular sua criatividade.


Essas mudanças simples podem fazer uma grande diferença. Separamos algumas dicas para você experimentar:


Crie por criar, sem cobranças e sem expectativas


Quando somos pagos para criar algo, além da obrigação de sermos criativos, temos prazos, ajustes, apresentações, burocracia e todos os demais assuntos que envolvem o trabalho. Isso acaba limitando nossa criatividade.


Quando você se permite criar livremente, o que estou falando aqui é simplesmente escrever um projeto em sua mente, sem a pressão de entregar ao cliente e nenhuma outra parte está envolvida em seu processo. O dever de ser criativo vai “matar” sua criatividade. Uma ideia muito legal é tentar recriar algo que você goste ou mesmo algo que viu na rua.


Quando você não tiver que entregar, rabisque ideias e veja o mundo de possibilidades. Você sabia que as expectativas de trabalho atrapalham o processo criativo?

Tenha referências de materiais - reais - já criados por você


Se você é um designer, por exemplo, uma boa maneira de desbloquear as ideias é observando alguns materiais que sejam reais já produzidos por você, flyers e folders impressos são a opção perfeita.


Coisas tangíveis fazem com que você se recorde melhor de momentos, ou seja, ao tocar nos materiais você pode automaticamente se recordar do processo de criação daquele material e de detalhes importantes que talvez tenha deixado passar.


Não foque apenas no resultado, curta o processo


Pessoas que gostam do processo são mais criativas. Eles vivem o momento e gostam de fazer coisas e pensar. tenha uma boa viagem. O simples fato de pensar em metas não aumentará sua criatividade, mas fará com que você se sinta ansioso e exausto. Se você se concentra apenas nas recompensas, esse é o vilão da sua criatividade.


A criatividade não surge do nada, muitas de nossas ideias e ações criativas vêm da capacidade de combinar diferentes referências e ideias. O hábito de registrar esses pensamentos de diferentes maneiras, seja por meio de mapas mentais, diagramas ou outras linguagens, tornará os "músculos criativos" mais fortes e despertará diferentes áreas do cérebro. Isso permitirá que você veja o mundo de uma nova perspectiva criativa.


Crie um ambiente seguro e acolhedor


Livre-se do julgamento e da punição em sua mente. Quando você vivencia esses pensamentos onde é sempre julgado ou punido por suas iniciativas e ideias, sua criatividade tende a diminuir com o passar do tempo.

É preciso dar esse crédito para as suas ideias e que você possa se expressar, testar, errar e tentar novamente.

A criatividade é uma importante habilidade para os profissionais da área de design, comunicação e Marketing e por isso, não deixe de exercitar a sua todos os dias.


8 visualizações0 comentário