Aproveite  MAIS

Conteúdos EXCLUSIVOS

Como funciona o uso das cores especiais nos Impressos

Você sabia que grande parte das cores são formadas por uma ilusão de ótica? O processo CMYK utiliza de quatro cores básicas - ciano, magenta, amarelo, preto - e a partir dessas, milhares de cores são criadas.


Uma cor especial nada mais é do que uma tinta especial pré-misturada, que é usada em substituição ou além das tintas de escala e que exige sua própria chapa na impressora comercial.


São muito usadas em situações que foram especificadas poucas cores, e a necessidade de precisão de cor for alta. As tintas de cores especiais produzem, com precisão, as cores que ficam de fora da escala gerada a partir do CMYK.


Quando os valores de uma cor especial são especificados, é descrita a aparência simulada da cor do monitor e da impressora composta, apenas.


Alguns pontos devem ser seguidos ao especificar uma cor especial, são eles:


1. Para obter o melhor resultado, é importante especificar uma cor especial de um sistema de cores compatível com a impressora que irá realizar os impressos. Há inúmeras bibliotecas de sistemas de correspondência de cores inclusos nos softwares.


2. Reduza o número de cores especiais utilizadas. Cada cor especial criada gerará uma chapa de impressão de cor especial adicional para a máquina de impressão, aumentando os custos de produção. Se você achar que precisará de mais de quatro cores, considere imprimir seu documento usando as cores de escala.


3. Se um objeto contiver cores especiais ocorrerão resultados indesejados na exportação para o formato EPS, durante a conversão de cores especiais para cores de escala. Para obter melhores resultados, use a “Visualização do nivelador” ou “Visualização de separações” para fazer prova dos efeitos de nivelamento antes da impressão. Além disso, você pode converter as cores especiais em cores de escala, usando o “Gerenciador de tintas” no InDesign antes de imprimir ou exportar.


4. Você pode usar uma chapa de impressão de cor especial para aplicar um verniz sobre áreas de um trabalho de cor de escala. Nesse caso, seu trabalho de impressão usaria um total de cinco tintas: quatro cores de escala e um verniz especial.


Vantagens e desvantagens das cores especiais


Fazer o uso das cores especiais possui vantagens e desvantagens.


A maior desvantagem é o custo, por vários motivos. Além da compra de uma tinta determinada ser necessária, para fazer um impresso com essa tinta, a gráfica precisa parar uma de suas máquinas, lavar e trocar a tinta e repetir esse processo ao final da impressão para voltar a trabalhar com as cores CMYK.


Esse tempo que a máquina fica parada gera custo de trabalho. Além disso, fazer uma impress