Ainda não é o fim dos materiais impressos


Qual é o impacto que os materiais impressos ainda causam? Ainda hoje, eles possuem relevância numa campanha promocional? E como instrumentos de divulgação?


Com advento da internet e expressiva aderência às redes sociais os formatos de publicidade foram se adequando às demandas deste “novo” consumidor online. Em meio ao turbilhão de ações de marketing digital é preciso reforçar a importância dos materiais impressos, uma vez que muitos profissionais insistem em alegar o seu fim.

Antes de mais nada, contextualizando, os materiais impressos podem se expressar sob diversos formatos como revista, jornal, poster, calendários, entre outros; e o que todos esses materiais têm em comum é a característica do seu termo: materialidade. Explico melhor: todo objeto material ainda exerce sobre o consumidor um efeito de afirmação, dentro desse contexto você consegue transmitir características fundamentais para fidelização e credibilidade da sua marca junto ao cliente. E não é só isso, serve também como uma ótima ferramenta de endomarketing.


Veja, as possibilidades para utilização dos impressos são inúmeras, tanto que as maiores empresas da atualidade, cuja atividade se dê no online, utilizam desses elementos para compor suas campanhas promocionais. De forma resumida aqui vão 4 itens para rebater quaisquer argumentos contrários a utilização de materiais impressos em ações promocionais:

  1. Materiais tangíveis impactam mais o cérebro humano: o consumidor tem maior estima por coisas que eles possam tocar, sendo incentivados pelos fatores sensoriais afirmar com precisão a lembrança daquele material e consequentemente a mensagem que você desejava transmitir

  2. Credibilidade garantida: materiais impressos demonstram consistência na mensagem e promovem a sensação de legitimidade. Atribuindo crédito à ação.

  3. Engajamento concreto: a experiência que um impresso promove é substancialmente diferente do formato digital. A adesão do consumidor ao material impresso é maior a partir do momento que os elementos e condições presentes excitam a sua atenção por completo.

  4. Explorar a mídia cruzada: Também conhecido como cross mídia, permite que a interação entre o impresso e digital funcionem combinados a favor de explorar os benefícios de ambas ferramentas. Conectar mídias por meio da integração dos QR code’s no impressos, por exemplo, é um ótimo meio de ampliar o imaginário do consumidor e inseri-lo sobre o universo da sua marca.

Não há dúvidas quanto a importância do digital para as estratégias de marketing, contudo o impresso ainda assume um papel muito relevante nas dinâmicas estratégicas voltadas para promoção e divulgação de marca. Qualquer afirmação indicando o contrário é uma completa leviandade.




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo